fbpx

Gestão

E se fosse o contrário?

Jorge Cavalcante
Escrito por Jorge Cavalcante
3 min de leitura
E se fosse o contrário?
Já somos muitos, e quanto mais melhor!

Receba conteúdos exclusivos e com prioridade

E se do dia para a noite, ninguém mais tivesse internet? Como você adaptaria seu negócio???

Parece apenas uma boa provocação não é mesmo? Mas eu te convido a pensar isso de verdade!

Tudo é digital

De certo tempo pra cá o que mais se ouvi dizer é que tudo é digital, que o digital é a salvação das empresas, que todas devem migrar o quanto antes. Existe uma frase icônica de Bill Gates, falada no final dos anos 1980/90:

“Em alguns anos vão existir dois tipos de empresas: As que fazem negócios pela Internet e as que estão fora dos negócios.”

Bem, nada contra essa frase eu até acho que ela é ate pertinente em alguns momentos, mas o que quero te chamar é exatamente para pensar fora da caixa, (é assim que falam né?). Afinal pensar fora da caixa é exatamente buscar ideias que ninguém mais está querendo ou procurando.

Você já deve ter ouvido falar a expressão: Colocar todos os ovos em uma única cesta é sempre mais perigoso.

Não seria esse o caso de apostar tanto assim na internet?

Então eu te pergunto:

Mas se fosse o contrário? E se do dia para noite todo o mundo ficasse sem internet, como você se adaptaria? Como continuar vendendo?

Hoje vejo muitos comerciantes se maldizendo, achando que não estão vendendo porque ainda não tem um e-commerce, outros dizem que não sabem “mexer” nas redes sociais, ou que estão na idade da pedra, e por isso não estão vendendo.

MAS vale lembrar que já vivemos em um mundo sem internet, e que nunca se sabe, mas isso pode acontecer de novo.

Cenários Impossíveis (ou não)

Prever cenários impossíveis deveria ser um exercício diário seu. Não que isso vá te preparar para qualquer coisa, mas te faz resolver um mesmo problema por óticas diferentes, com ferramentas diferentes. Isso te distancia do senso comum e gera soluções mais criativas.

E você pode fazer isso com outros cenários:

➡ E se o cliente tivesse dinheiro infinito?
➡ E se o cliente só tivesse R$ 1,00?
➡ E se a nosso público alvo inteiro fosse cego?
➡ E se nossa cliente não soubesse ler?

E assim por diante…

Crie o hábito de se provocar e você nunca mais vai ver os problemas da mesma maneira! 😉

@jorgeacavalcante

texto inspirado no post de: @agenciadebolso_

#DICA: Você pode gostar também deste artigo: Marketing impresso na era digital

Hey,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *